"The whole purpose of life is to make God a reality."

"Be like the Sun for grace and mercy. Be like the Night to cover other's faults. Be like running Water for generosity. Be like Death for rage and anger. Be like the Earth for modesty. Appear as you are. Be as you appear" ~ Rumi


quinta-feira, 28 de fevereiro de 2008

Estudos sobre Pranayama


Pranayama - Controle básico da respiração

1 - Introdução
Prana tem sido traduzido como "respiração". Na atualidade, a palavra sânscrito 'Prana' significa 'força vital' ou 'energia vital'. De fato, Pranayama clássico com o ciclo de inalação/retenção/expiração ensina que durante a fase de retenção, o praticante deve conscientemente reter o prana, e então soltar o oxigênio descarregado de prana durante a exalação, armazenando o prana no chakra do plexo solar.

Pranayama é a 'ciência do prana', sendo base da Hatha Yoga e deve ser estudado por qualquer um no caminho espiritual, ocidental ou oriental.

Reflitam sobre alguns ditos hindus:

Sobre a Imobilidade do Corpo:
"O corpo deve ser treinado para se manter em estado inerte, por um tempo prolongado sem desconforto ou dor."
- Nadabindu Upanishad 3.3.1

"No samadhi todos os sentidos param de funcionar, e o corpo permanece sem movimentos, como um pedaço de madeira. "
- Nadabindu Upanishad 3.3.1

"A asana, quando dominada, pode destruir todas as doenças e até assimilar venenos. Se não for possível dominar todas, domine somente uma e sinta-se à vontade com ela."
- Shadilyopanishad 1.3.12-13

Sobre o Controle da Respiração:
"Respiração é Vida. Aquele que controla a respiração controla a vida."

"Quando o Pranayama é alcançado e conquistado, o praticante ganha ascendência sobre a morte".

"Prana, o sopro vital, é nascido no Ser. Como uma pessoa e sua sombra, o Ser e o Prana são inseparáveis. Prana entra no corpo no nascimento, mas não morre com o corpo"
- Prana Upanishad.

"O sábio fala não pelos sensos da fala, visão, audição e tato, mas por um grupo de Pranas, pois todos estes sensos são manifestações do Prana.'
- Charakha Samhita

"Primeiro assuma uma postura Yoga (asana); mantenha o corpo ereto, fixe os olhos e deixe as mandíbulas relaxadas de modo que os dentes superiores não toquem os inferiores. Abaixe a língua. Use o segurador de queixo (jallunderbandha) e a sua mão direita para respirar através da narina que escolher; mantenha o corpo imóvel e a mente à vontade. Então pratique o Pranayama."

Sobre os reflexos do controle da Imobilidade e da Respiração sobre o controle da Mente:
"A postura ajuda a manter a mente calma"
- Tantrarajatantra 27, 59.

"Quando a respiração está controlada, a mente está controlada".
- Charakha Samhita

"Há duas causas da divagação da mente: (1) Vasanas - desejos produzidos por impressões latentes das sensações, e (2) - respiração. Se houver controle de uma, a outra automaticamente será controlada. Das duas, a respiração deve ser controlada primeiro"
- Yogakundlyupanishad 1.1-2

O processo de respiração cria imagens na mente. Quando é calma, a mente também torna-se calma." - Yogakundlyupanishad 89

2 - Noções Básicas
Muitos dos antigos Tantras afirmam que o corpo é um Yantra e que a respiração é seu mantra. De forma a facilitar o entendimento deste conceito, a respiração "Bhramari" é um excelente ponto de partida. É simples, ajuda na concentração e provê um sentimento de unidade entre o corpo e a respiração, uma consciência antes de simplesmente uma função do sistema nervoso autônomo.

TÉCNICA 1 - Bhramari: Tome uma inspiração profunda, exale todo o ar dos pulmões, concentrando em contrair os músculos abdominais para expeli-lo todo. Inale através do nariz fazendo um som de zunido, como uma abelha. Retenha por alguns segundos, enquanto se sentir confortável (trabalhe para que possa se sentir confortável com períodos cada vez mais extensos de retenção do ar), concentrando em armazenar a energia vital do ar no plexo solar (Chakra Manipura, que significa literalmente 'centro da jóia da grande consciência'), separando assim a energia vital do ar. Então exale, através do nariz, fazendo um som de zumbido (esta característica do zumbido é feita pela passagem do ar pelas cordas vocais, muito simples de ser executado).

Focalize sua mente nos sons durante a inalação e exalação e na força vital sendo armazenada no plexo solar durante a retenção.

Cada inspiração - retenção - exalação conta com um ciclo. Comece inicialmente com 5 ciclos, aumentando o número quando dominar a respiração 'Bhramari' e ela se tornar natural para você.

TÉCNICA 2
- Respiração Completa: A maioria das pessoas respiram rasamente, e mesmo aqueles que trazem a respiração conscientemente pelo abdomem podem estar deixando algum detalhe de fora.

Inicialmente exale todo o ar, usando o abdomem para auxiliá-lo. Inale profundamente, puxando o ar pela expansão do abdomem. Continue inalando até preencher de ar todo o pulmão superior e a região da garganta. Mantenha o rosto relaxado. Retenha por alguns segundos, ainda com o rosto relaxado. Exale lentamente, primeiro o ar da parte inferior, depois superior dos pulmões e finalmente o ar que estiver na região da garganta. Contraia o abdomem até forçar todo o ar para fora. Trabalhe para aumentar o tempo de cada fase de inspiração - retenção - expiração , sempre que o tempo do ciclo em exercício seja alcançado de forma natural e não forçada.

Não conte o tempo com um relógio, permita que seu corpo seja o relógio! A proporção da inspiração - retenção - expiração na respiração completa deve ser de 1:1:1.

TÉCNICA 3 - Respiração Vital : Muito simples de ser praticada. Energiza e fortalece os pulmões. Inspire pelas narinas em movimentos curtos e rápidos, até os pulmões estarem complemente cheios.

Exale o ar pela boca, enquanto emite um alto som 'AAAAAHHH'.

Mantenha o foco em trazer o prana energizado para dentro durante a inspiração e para mandar para fora toda a tensão do corpo, durante a exalação.

TÉCNICA 4 - Kapalabhathi: Também é fácil de ser dominada. Dentre outras variações, uma das mais simples é a seguinte :

Sente na posição de Lotus, ou com as pernas cruzadas e as costas e pescoço eretos. Inale e mantendo a boca fechada, espirre. Com a boca fechada, a parte inferior do abdomem irá inchar. Retorne-a imediatamente a posição inicial. Comece com ciclos de dez a quinze e gradualmente suba até ciclos de 50 respirações, naturalmente e sem forçar. Você não deverá sentir nada na parte superior dos pulmões ou na área da garganta. Pode ser usada com grande benefícios por fumantes e asmáticos. A atenção deve ser focada na área do plexo solar. Após um ciclo completo, permanece quieto e observe as mudanças físicas e mentais em si mesmo.

TÉCNICA 5 - PRANA-VAYU RASA: Também chamada de ciclo vigoroso. Um ciclo de respiração restauradora. Deve ser executada de pé, com olhos fechados ou voltados para cima, com atenção focada no região do terceiro olho ( chakra Ajna) , localizada no meio da testa.

(1) Inale, prenda o ar nos pulmões. Cruze os braços duas vezes para trás e para a frente, vigorosamente. Exale.

(2) Inale. Cruze os braços à frente, com antebraços estendidos perpendicularmente ao corpo. Balance-os lateralmente para a esquerda e direita, duas vezes, na altura natural dos ombros. Exale e deixe os braços caírem.

(3) Inale. Balance os braços paralelamente ao corpo, para cima e para baixo duas vezes de forma a ultrapassarem levemente o limite das costas. Exale e deixe os braços caírem.

(4) Inale. Retenha o fôlego novamente. Estique vagarosamente os braços para frente. Segure com as mãos no punho e volte os braços até tocar no peito. Sacuda o corpo inteiro. Exale enquanto deixa os braços caírem.

(5) Inale. Balance os braços sobre a cabeça e dobre o corpo para a direita à partir da cintura, sem dobrar o peito. Concentre nas partes que estão sendo alongadas. Exale enquanto volta à posição normal. Repita a operação para a esquerda.

(6) Inale. Segure o fôlego e massageie as costelas. Exale.

(7) Inale. Segure o fôlego, bata com as mãos fechadas nos músculos peitorais. Exale.

Nota: A idéia de recarregar prana é liberar força vital individual (Atman) e uni-la com a força vital universal (Brahman) .

TÉCNICA 6
- PRANA-SUKHA / Respiração curativa : Literalmente, "respiração da alegria, força vital alegrante". Esta respiração é a mais simples extensão do prana a um ritmo. O praticante deve conscientemente alterar o tempo desprendido em cada parte dos ciclos de respiração. O ritmo do Prana Sukha é dito ser perfeito para extração de força vital da atmosfera. A razão da inspiração - retenção - expiração deve ser de 1:4:2.

A inalação estabelece pela razão exposta o tempo das fases de retenção e exalação de cada ciclo, ou seja, retêm-se o ar por um tempo quatro vezes maior que gasto na inalação e expele-se o ar no tempo duas vezes maior que o da inalação.

Deve-se iniciar com inalações quase similares as da respiração involuntária e ir aumentando o tempo, sempre respeitando que o exercício deve ser confortável e não forçado.

IMPORTANTE : não conte mentalmente ou verbalmente os tamanhos das fases para estabelecer o ritmo. Contagem é um processo lógico que interfere com a prática abstrata da medicação. Meça o ritmo focando a mente nos ruídos da inspiração e expiração durante a respiração e se necessário pelas batidas do coração durante a retenção. Ter um ritmo pela audição é ideal e ajuda a unir corpo e mente. O Gheranda Samhita sugere : "Ao entrar, a inspiração faz o som 'SOH' e ao sair o som 'HAM'. Assim a respiração profere a palavra de poder 'SOHAM' (ou EU SOU). O som sutil reverbera no chakra da raiz, do coração e do terceiro olho. O Yogi deverá perfazer esta repetição conscientemente".

Outro processo de medida do ritmo é pela concentração no mantra AUM, ou qualquer outro de preferência do praticante, que deve sentir o ritmo a cada mantra.

3 - Prana aplicado na união tântrica (sexual).
As técnicas mostradas até aqui devem ser dominadas antes de prosseguir, pois formam a base para explorações mais profundas no Pranayama e Hatha Yoga. Existem muitas respirações prânicas que podem ser aplicadas diretamente no aprendizado e práticas sexuais tântricas. Um verdadeiro tantrista deve desenvolver completamente a respiração até que ela ocorra naturalmente e usar os poderes curativos da respiração para limpar os canais sutis no corpo. Assim são prevenidos os danos emocionais e físicos advindos das intensas energias criadas pela união tântrica.

As correntes de energia sexuais, mentais e prânicas são interdependentes.

Controle da respiração é vital para a correta união tântrica; respiração é poder. Não tema o poder, mas aprenda a usa-lo corretamente.

Acredita-se em uma divisão em cinco dobras do Prana. " O Prana original contém outros quatro Pranas, cada um governa uma função específica do corpo. Juntos, eles são as cinco respirações sutis."

O Prana original é visto como um movimento de subida. O Apana é visto como um movimento de descida. Estes são os mais importantes das cincos respirações sutis. Tantra busca reverter o fluxo de Prana e Apana, e uni-los, transformando o corpo, a mente e a alma. De acordo com Krishna no Bhagavad Gita: "Alguns Yogis ofertam o Para ao Apana, outros o Apana ao Prana."

NOTA: tradicionalmente o Prana é considerado 'mais alto' e o Apana 'mais baixo'. Muitos caminhos espirituais tem esta mesma idéia, mas lembre-se que no Pranayama Tântrico, eles não são considerados 'bons' ou 'maus', mas sim diferentes fluxos de energia, ambos vitais, a união dos quais leva à Iluminação. O GORAKASATAKHAM (ensinamentos de um grande Guru Indiano) declara : "O Atman (alma individual) está em ligação com Prana e Apana. Quem quer que souber e controlar estas duas forças é um verdadeiro Yogi e saboreará o êxtase da Liberação. Eleve o Apana e una-o com o Prana. "

As cinco respirações sutis tomam seus lugares no Prana durante o período da retenção do ar nos pulmões. Inale Prana, como se ele fosse um fluido, mais leve que a água. Durante a retenção, visualize o ar dividindo em terra, água, ar, fogo e éther. Exale com o fogo, queimando as impurezas.

Pare brevemente antes da inalação, concentrando nas impurezas retornando à terra para regeneração.

CROW BEAK ( Esta é a primeira técnica a ser dominada antes da União Tântrica). Dobre a língua de forma que os lados da língua em contato formem um 'tubo'. Separe os lábios e posicione o tubo na abertura deles, ficando os lados da língua em contato com o lábio superior e a parte de baixo da língua em contato com o lábio inferior. Inale pela boca, fazendo o ar entrar pelo 'tubo' formado pela língua. Retenha.

Exale pelas narinas. Este processo, referido como 'Sithali' ou 'frio', esfria o corpo, ativa o fígado e o baço e fortalece os pranas da 'visão e audição'.

UNIÃO DO PRANA E APANA Simbolismo solar e lunar são centrais para o Tantra, como são para muitos outros ensinamentos místicos tanto do leste quanto do oeste. Muitos ensinamentos, interessantemente, tem significado similar: a antiga Tradição Hebréia considera o sol masculino e paternal, a lua feminina e maternal. A Tradição Taoísta chinesa considera o Sol Yang/ quente / masculino, e a lua Yin/ fria/feminina. HA: Literalmente SOL. THA: Literalmente Lua. YOGA: Derivada da palavra raiz YUG, significa 'par' ou 'parelha'. HATHA YOGA = União do Sol e Lua. Hatha Yoga é derivada do PRANAYAMA. A respiração é ligada às influências celestiais, portanto, quando a respiração é controlada,as influências são controladas. A síntese de HÁ e THA traz equilíbrio, união, o objetivo de todos Yogis.

Tantra associa o Sol com o lado direito do corpo, c/ energia masculina, c/ o elemento Fogo, c/ a cor vermelha e o intelecto. A energia solar é armazenada no plexo solar (3º chakra, na nave abdominal), sua energia tem o fluxo de subida (prânica) e é considerada energia celestial.

A Lua é associada com o lado esquerdo do corpo, c/ energia feminina, de qualidade fria (Soma), de cor branca, c/ o elemento Água, e c/ o processo intuitivo. Energia Lunar é armazenada entre o Chakra do terceiro olho (6º Chakra principal - Ajna) e o Chakra da Coroa (7º Chakra principal), aproximadamente no centro da testa (Chakra Soma) em um portal em formato de crescente. Sua energia tem um fluxo de descida (Apanica) e é considerada energia terrena.

A união das duas pode ser conseguida meditativamente no Savasana com a assistência de visualização. Com ou sem visualização, PRANAYAMA tem técnicas para unir conscientemente HÁ e THA, ambos dentro do indivíduo e dentro de um casal Tântrico. Alguns exemplos de técnicas prânicas Solares/Lunares são dadas a seguir:

ANOLOMA - VILOMA PRANAYAMA - Respiração por narinas alternadas. Também chamada RESPIRAÇÃO SOLAR-LUNAR. A maior chave do controle da energia sexual. Respiração Solar = Shiva, energia transcendente; Lunar=Shakti, energia criativa. Quando ambas existem em equilíbrio, a força vital viaja por toda coluna espinal, revificando os chakras.

A respiração Solar-Lunar empregada em união tântrica provê uma trilha que impele o ATMAN na direção evolucionária em direção a união cósmica e iluminação. Mas esta respiração deve ser controlada antes através da prática do Tantra *branco* solitário, a união do HÁ com o THA dentro de si mesmo.

TÉCNICA: Sente-se ereto na posição de lótus ou com a pernas cruzadas. Costas e cabeças eretos. O ritmo da respiração/retenção/expiração pode ser 1/1/1 ou 1/4/2, como na respiração de cura ensinada anteriormente.

1 - Pegue a mão direita, dedos indicador e médios dobrados até a palma da mão.

2 - Coloque a mão sobre o nariz. Exale.

3 - Feche a narina direita com o polegar direito. Inale pela narina esquerda, focando mentalmente no fluxo do ar e na energia vital entrando.

4 - Use o polegar e o dedo anelar para fechar ambas as narinas. Retenha.

5 - Solte o polegar e expire pela narina direita, mantendo a narina esquerda fechada pelo dedo anelar.

6 - Inale pela narina direita, focando a mente como anteriormente.

7 - Feche ambas as narinas e retenha.

8 - Exale pela narina esquerda, soltando o dedo anelar.

Isto constitui um ciclo completo da respiração Solar/Lunar. Comece com 5 a 10 repetições por ciclo, trabalhando para aumentar gradualmente as repetições por ciclo, mas sem forçar ao nível do desconforto.

HÁ-THA solo ou *branca*: A respiração traz benefícios físicos: Balanceando a respiração ajuda em conseguir controle dos processos parasimpáticos como a batida do coração, circulação e temperatura corpórea.

Age como um tranquilizante natural, acalmando os nervos, liberando tensão e aquietando a mente. Misticamente, ajuda o indivíduo a unir as suas próprias forças e ganhar ascendência sobre Prana/Apana, que juntos são iguais a própria energia vital.

O GHERANDA SAMHITA ilustra uma forma Tântrica meditativa *branca* de respiração Solar/Lunar: "Contemple a primordial semente de som YANG, do elemento ar e chakra cardíaco, e visualize esta sílaba como de uma cor esfumaçante, preenchida de energia. Inspire pela narina esquerda, repetindo a sílaba (YANG) mentalmente 16 vezes. Retenha a respiração repetindo mentalmente a sílaba 64 vezes e então exale todo ar pela narina direita, enquanto repete mentalmente a sílaba 32 vezes."

Pranayama praticado por casal Tântrico, antes da união sexual.
Rama Dass ilustra uma técnica para um casal combinar tantra com mantra] através do prana. "Experimente o outro como um espelho de si mesmo, identifique a natureza dual de cada parceiro, renda-se ao fluxo impessoal destas energias e, finalmente, juntem-se naquela união implícita. Ambos os parceiros sentam-se em uma posição confortável olhando um para o outro. O olhar é fixado no olho direito do outro e a respiração coordenada de tal forma que a inspiração de um é a expiração do outro. A respiração é lenta, profunda e confiante.

Uma vez que a coordenação é estabelecida, ambos os parceiros devem visualizar as ondas de energia que resultam da respiração, indo para dentro e para fora. Depois de um período curso, um parceiro começa a dizer, em voz alta, AUM, enquanto expira, direcionando o AUM para o chakra cardíaco do outro. O segundo parceiro, no momento de sua expiração, realiza a mesma prática do primeiro, e assim por diante, alternadamente. O período final pode ser executado de olhos fechados enquanto mantém-se a respiração coordenada e a entonação do mantra AUM.

Prana durante a união tântrica
Quando estiverem prontos para o a prática sexual tântrica, o princípios Shiva e Sakthi unem-se dentro de si mesmos e com o outro. Existe uma convergência e sincronização de suas respirações e energias vitais, unindo-se em um vórtice onde a troca de energias sutis ocorrem. Ficando-se na posição de lado causa a dominação da respiração pela narina oposta. Os Tantras declaram que durante a união sexual, o homem deve conscientemente respirar pela sua narina direita o ar exalado pela narina esquerda da mulher. Fazer sexo face-a-face com cada casal deitado de lado facilita naturalmente esta troca (Homem deitado sobre seu lado esquerdo, mulher deitada sobre seu lado direito, ambos face-a-face).

Um texto Tântrico declara: "Pela meditação na respiração durante o ato sexual, o praticante pode aproveitar a energia vital do outro com a sua própria energia vital e vice-versa. " Durante a união Tântrica, o comprometimento do casal é TOTAL, enquanto durar o ato em si, por algum tempo após, por toda a vida ou por toda a Eternidade. A troca de energia vital, quando feita como o propósito do Compromisso Tântrico, une as almas dos praticantes por toda Eternidade, transcendendo o 'Até que a morte os separe'.

Pensamento final de alguns mestres
"A respiração solar leva a transcendência; a respiração lunar é a doação da forma à substância. Sua união evoca o Eterno."
- Prana Upanisad.

"Quando a respiração é inconstante, tudo é inconstante, quando a respiração é tranqüila, tudo é tranqüilo. Controle a respiração cuidadosamente. Inalação dá força e um corpo controlado, retenção dá estabilidade e longevidade, expiração purifica o corpo e o espírito"
- Goraksasathakam.

"O oráculo da respiração revela seus segredos aqueles que conhecem as chaves. Os elementos na respiração são conhecidos como fogo, água, terra, ar e ether".
- Swara Chinthamani.

As táticas e princípios descritos foram tirados de tradicionais textos sagrados, com alguns comentários adicionais pela Yogini Padma Ushas Suryananda, Yogini da dança Tântirica de Kali Yuga.

TAT TWAT ASI
HARI AUM TAT SAT
AUM SHANTI
NAMASTE
TAT TWAM ASI

Fontes de pesquisa:
THE CHURCH OF TANTRA
CHAKRAS - Harish Johari.

terça-feira, 26 de fevereiro de 2008

Salve guerreira!


"O que os olhos não vêem, o coração sente."

Confio na minha sensação de "tem algo estranho por aqui"...
Quando farejo algo no ar...
sigo minha intuição e trabalho meus pensamentos com consciência, amor, coragem e aceitação.

Se tomo uma decisão é porque meu coração e minha alma me indicaram esse caminho.
Fim ao que passou, abertura ao que deve surgir.
Sigo com sinceridade.
Trabalho para o merecimento.

Sou pura, amorosa, verdadeira...
sei me proteger com a luz violeta
...e naturalmente me uno aos meus pares de luz.

Abraço amavelmente cada ser vivo,
mas sigo em verdadeira sintonia com quem se relaciona com pureza, verdade, compromisso com a Luz. Discernimento saudável.

àqueles com quem posso ter atritos... amor e luz!
que possamos dar as mãos em paz, no Reino de Deus!
respeito todos os seres vivos, e respeito a mim mesma!

A vida é um constante desafio
mas sei que
o meu caminho
está
na simplicidade da meditação
na beleza da natureza
na energia da dança
e na firmeza do Yôga


Namastê.
I am what I am.
and
I love you always... :)

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2008

CHAVE DE HARMONIA


Desejo Harmonia, Amor, Verdade e Justiça a todos meus irmãos.
Com as forças reunidas das silenciosas vibrações de nossos pensamentos, somos fortes, sadios e felizes, formando assim um elo de Fraternidade Universal.
Estou satisfeito e em paz com o Universo inteiro e desejo que todos os seres realizem as suas aspirações mais íntimas.
Dou graças ao Pai invisível por ter estabelecido a Harmonia, o Amor, A Verdade e a Justiça entre todos os seus filhos.
Que assim seja,
Amém.

(((*)))

domingo, 24 de fevereiro de 2008

Buscando a sua missão de alma...


"Você terá que buscar sua missão, ajudá-la a aflorar. Existe livre arbítrio sobre querer ou não buscar a compreensão dessa missão. Se você der uma "mãozinha" tudo ficará mais simples e prazeroso, diminuindo as dores e os sofrimentos tão comuns às pessoas alienadas de sua missão;

Independente de nossa missão pessoal, que é a meta maior de nossa alma, temos também uma meta coletiva, já que vivemos em coletividade. Isso quer dizer que, se viemos viver em um planeta, temos que contribuir agregando valores e bons exemplos a ele e à sociedade que se estabelece nele. Em resumo, parte da nossa missão estará voltada para o próprio planeta e a coletividade;

Evoluir é sempre a nossa meta, independente das particularidades da missão de cada ser, ou seja, evoluir é o nosso objetivo básico, primordial, essencial;

O que é evoluir então? Evoluir é eliminar os nossos aspectos inferiores, ou seja purificação dos sentimentos, emoções, pensamentos e atitudes negativas.
Um ser evolui quando ele vai se desligando dessas inferioridades, se libertando de medos, mágoas, raiva, rancor, ódio, orgulho, egoismo, vaidade, futilidade, stress, comodismo, vaidade, materialismo, possessividade, apego, entre outros aspectos;

Nossa missão normalmente é mais clara e mais fácil de entender do que realmente pensamos. Nossa missão está no dia-a-dia, no simples, corriqueiro, no convívio diário, na família, no trabalho e nas relações em geral;

Sofrimentos e dificuldades que ocorrem repetidas vezes, sofrimentos e obstáculos, mostram que sua missão de alma, de alguma maneira precisa passar por ajustes e mudar de rota;

Acidentes, problemas, crises financeiras, doenças, falta de sucesso e prosperidade, infelicidades, falta de sorte, são agentes (flechas dos anjos) que indicam que há necessidade de corrigir a sua rota, e que o caminho para a realização da missão de sua alma está errado, nesses casos, normalmente muito longe de onde você pensa estar;

Para cuidar e decifrar (entender) a missão de sua alma, é necessário estar em um estado elevado de energia geral constantemente. Isso quer dizer que , impreterivelmente, na busca da missão da alma, a pessoa precisa voltar-se para o Eu Interior, espiritualizar-se, conhecer-se. É necessário nutrir a essência divina presente em cada ser. Não há como conhecermos a missão de nossa alma sem antes nos conhecermos intimamente;

Sua missão não está em uma outra pessoa, mas dentro de você. Não procure em terceiros e não delegue essa responsabilidade que é sua. As pessoas a nossa volta nos ajudam a aflorar as nossas inferioridades ou por afinidades nos ajudam a enxergar e atuar no caminho certo, mas esse caminho está dentro de cada um, jamais no outro;

Não existem culpados, não existem vítimas, tão pouco vilões. Você é o único que criou tudo, por isso é também o único que pode melhorar e transformar. Você é o resultado de suas escolhas, sempre foi assim e sempre será;

Entre muitos aspectos negativos que viemos curar, um deles é missão de todos: transmutar a ignorância e a alienação;

Não vá contra a natureza das coisas, não trave batalhas com nada que seja natural, procurando sempre respeitar os ciclos de tudo que vem de Deus. Tudo que fazemos contra o ciclo natural das coisas acaba prejudicando muito a missão da alma de qualquer pessoa. Preserve o planeta e a natureza, começando pelo seu corpo, seus pensamentos, emoções e sentimentos. Questione todas as coisas que são anti naturais e veja que contribuição você poderá dar;

Quanto mais pessoas você ajudar a evoluir, mais energia positiva e mais força você proverá para realizar a missão de sua alma
. Porém não se engane, procure ajudar as pessoas que passam perto do caminho da missão de sua alma. Fique atento, pois a meta número 1 de cada ser é sua auto-evolução, ou seja é se tornar uma alma mais evoluída;

Quando você evolui, faz como que o universo a sua volta evolua naturalmente.


Pense, questione, medite; Eu tenho uma missão de alma? O que eu estou fazendo para encontra-la? Eu já encontrei? Eu me desviei? Posso fazer os ajustes? O que preciso para pegar as rédeas da minha causa maior aqui nesse plano?"

Boa meditação! ;)

Humildade


Conforme Jesus ensinou, "o maior homem é aquele que se considera o menor".
O verdadeiro líder é aquele que primeiramente aprendeu a obedecer aos
outros, aquele que quer ser o servo de todos, aquele que nunca se coloca
num pedestal. Aqueles que querem ser enaltecidos, não merecem a nossa
admiração, mas aqueles que nos servem têm direito ao nosso amor. Não é
Deus o servo de todos os seus filhos e, no entanto, pede Ele louvores?
Não! Ele é grande demais para ser tocado por isto.

Paramahansa Yogananda

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2008

Stir it up!



olha a atitude de Bob e sua galera!
sensacional!!! puro suíngue, balanço, paz de espírito, ... envolvente!
vale a pena admirar sempre!
good vibes, people!!!!!!!!!!!!!

(((*)))

Lapidando-se!


"A vida tem que ser um processo contínuo de reparo e reconstrução, de descartar o mal e desenvolver a bondade.
Os grãos de arroz devem ser descascados para se tornarem arroz comestível.
O algodão tem que ser convertido em fio para se tornar um tecido usável.
As pepitas de ouro têm que ser aquecidas no cadinho para retirar as impurezas.
O homem também deve purificar seus impulsos, emoções e desejos, e cultivar bons pensamentos, palavras e ações, de modo que possa progredir espiritualmente."

SATHYA SAI BABA

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2008

MEU DEUS


MEU DEUS
por Mahatma Gandhi

"Ajuda-me a dizer a palavra da verdade na cara dos fortes, e a não mentir para obter o aplauso dos débeis.

Se me dás dinheiro, não tomes a minha felicidade, e se me dás forças, não tires o meu raciocínio.

Se me dás êxito, não me tires a humildade, se me dás humildade, não tires a minha dignidade.

Ajuda-me a conhecer a outra face da realidade, e não me deixes acusar os meus adversários, apodando-os de traidores, porque não partilham o meu critério.

Ensina-me a amar os outros como me amo a mim mesmo, e a julgar-me como o faço com os outros.

Não me deixes embriagar com o êxito, quando o consigo, nem a desesperar, se fracasso.

Sobretudo, faz-me sempre recordar que o fracasso é a prova que antecede o êxito.

Ensina-me que a tolerância é o mais alto grau da força e que o desejo de vingança é a primeira manifestação da debilidade.

Se me despojas do dinheiro, deixa-me a esperança, e se me despojas do êxito, deixa-me a força de vontade para poder vencer o fracasso.

Se me despojas do dom da saúde deixa-me a graça da fé.

Se causo dano a alguém, dá-me a força da desculpa, e se alguém me causa dano, dá-me a força do perdão e da clemência.

Meu Deus, se me esquecer de Ti, Tu não Te esqueças de mim."

Mohandas Karamchand GANDHI, mais conhecido popularmente por Mahatma Gandhi ('Mahatma', do sânscrito 'A Grande Alma') (2 de Outubro de 1869 - Nova Déli, 30 de Janeiro de 1948) foi um dos idealizadores e fundadores do moderno estado indiano e um influente defensor do Satyagraha (princípio da não-agressão, forma não-violenta de protesto) como um meio de revolução.

O princípio do satyagraha, freqüentemente traduzido como 'o caminho da verdade' ou 'a busca da verdade', também inspirou gerações de ativistas democráticos e anti-racistas, incluindo Martin Luther King e Nelson Mandela.

Frequentemente Gandhi afirmava a simplicidade de seus valores, derivados da crença tradicional hindu: verdade (satya) e não-violência (ahimsa).

"O verdadeiro conhecimento da religião derruba as barreiras entre uma fé e outra, e dá origem à tolerância. O cultivo da tolerância para com as demais crenças proporciona uma compreensão mais verdadeira da própria". (Mohandas K. Gandhi)

OBRIGADA, QUERIDA TANMATRA, POR NOS ENVIAR ESSE TEXTO TÃO BELO!

***

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2008

Seja AMOR! Seja Deus em você!


"Somente o amor pode revelar a Divindade latente em todos.
Amor é Deus.
Vivam em Amor.
O Amor vive de dar e perdoar;
o ego vive de receber e esquecer.
O Amor é desinteressado.
Não desperdicem suas vidas perseguindo os interesses limitados do ego.
Amor! Amor!

Tornem-se o que vocês verdadeiramente são - as encarnações do Amor.
Não importa como os outros tratam vocês ou o que eles pensam de vocês - não se preocupem.
Seu próprio coração, brilhando com Amor, é o Amor de Deus.
Vocês deveriam constantemente se lembrar: 'Eu sou Deus'.
No dia em que se perceberem como Deus, vocês se tornarão Deus."

Sathya Sai Baba

Hare Krishna! (((*)))

HOJE EU VIVO PARA A ALEGRIA!






domingo, 17 de fevereiro de 2008

Eu exijo o meu direito de silenciar...


Há momentos em que o silêncio e o tempo se fazem necessários.

Com o passar do tempo, fatos e situações passadas em nossas vidas vão criando um novo significado e surge uma compreensão maior sobre as coisas.

Mas quando o tempo se faz necessário, por favor, respeite o tempo.
Não queira impor à força o seu desgosto ou a sua condenação precipitada, ainda que você pense ter razão... você precisa respeitar o tempo...

e, se por acaso você não tem a paciência necessária para fluir com o tempo e com calma... cuidado! as coisas que estavam frágeis vão se romper e poderão se espatifar de vez...

mas, se, pelo contrário, você puder ter a grandeza de espírito de se fortalecer internamente e de manter sua firmeza no respeito ao tempo e àos fatos, ainda que contrariado, ... com certeza o tempo irá transformar sua paciência em grandeza, em convicção, em respeito e em beleza... e quem sairá valorizado e digno será você que se manteve fiel aos seus princípios.

tudo o que é verdadeiro transpassa as barreiras do tempo e se lança ao sublime patamar do infinito e eterno. não importa a força que vc faça para q isso se realize ou não... é algo que simplesmente acontece. ou não.

portanto, há o tempo de silenciar, esperando calmamente o tempo dizer sua palavra sábia, que virá na hora certa, a hora que ele quiser...

e você REconhecerá.

"Mesmo na dor existe a beleza."

"O nosso primeiro e último amor é... o amor-próprio."

sábado, 16 de fevereiro de 2008

Oração de Saõ Francisco de Assis, é belíssima!!!


Senhor, fazei-me instrumento de vossa paz.
Onde houver ódio, que eu leve o amor;
Onde houver ofensa, que eu leve o perdão;
Onde houver discórdia, que eu leve a união;
Onde houver dúvida, que eu leve a fé;
Onde houver erro, que eu leve a verdade;
Onde houver desespero, que eu leve a esperança;
Onde houver tristeza, que eu leve a alegria;
Onde houver trevas, que eu leve a luz.
Ó Mestre, Fazei que eu procure mais
Consolar, que ser consolado;
compreender, que ser compreendido;
amar, que ser amado.
Pois, é dando que se recebe,
é perdoando que se é perdoado,
e é morrendo que se vive para a vida eterna.


AMÉM!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Isso é o que me faz ter tesão de viver!!!!

O Tempo É Rei!



Antes de falar sobre a magia doTempo...
gostaria de repassar aqui o que meu querido amigo makrebs me passou hj...
estávamos falando sobre a dificuldade que é para um ser humano saber QUEM ELE É.
Depois de muito tempo discutindo sobre a identificação q temos sobre O QUE SOMOS com o que fazemos, ou fizemos, ou com o que pensamos, ou com os nossos comportamentos... quando, depois de anos e anos de muita psicanálise, alguém poderia dizer... "está vendo todas essas anotações aqui? tudo isso meu terapeuta escreveu sobre mim, pois então isso aqui sou eu." Certo? ERRADO. Nem assim mesmo a resposta para QUEM SOU EU aparece... POR QUE?
... Simplesmente porque EU SOU O AGORA.

EU SOU O AGORA.

esqueça os pensamentos, esqueça o futuro, esqueça o passado e relaxe a mente inquieta. esse é vc!
e minha mãe acrescentou: Você em união com tudo a sua volta.
e makrebs lindamente retrucou: Você em união com Deus em toda a sua volta e com Deus dentro de você. Esse é o verdadeiro EU>

Que sacada fantástica! keep the moment. this is all!

(não se engane com a mente não viu... ela é uma maquininha doida... se não a fizermos relaxar de tempos em tempos ela pira!)

Yeah yeah, i love that!

e eu senti isso na pele hj. RElacionado com o Tempo que passa.

O tempo passa e traz a Verdade.
A verdade sem apegos, sem prisões, sem rancores ou desavenças.

A verdade sempre será a alegria!

Pois a alegria, a prosperidade e a saúde estão sempre à disposição... basta acessá-los.

Well, estou enigmática.
Estou muito feliz!!!

Hoje recebi uma notícia que me fez enxergar a beleza encantada de minha infância... um amor correspondido!!! hahaha... um amor secreto... platonicamente recíproco. Que alegria.


Mas, principalmente...tive um diálogo muito importante com alguém por quem eu já havia sofrido muuuuito... e isso me transportou a novas dimensões e me renasceu mais pura bela e cheia de Amor!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!


Obrigada, agradeço à Vida por me dar a capacidade de perdoar e amar, pois é perdoando que se é perdoado!!!!!

E viva São Francisco de Assis!

Quanto a alguém com quem não estou conversando... tempo ao tempo.
Everything is gonna be all RIGHT ****************************************************************************************

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2008

Decretos Chama Violeta



Decreto Luz Violeta

EU SOU um ser de Luz Violeta

EU SOU o Amor que DEUS deseja

*****************

Decreto Chama Violeta


EU SOU um ser de Fogo Violeta

EU SOU a Pureza que DEUS deseja

*****************

Decreto Eu Sou a Chama Violeta

EU SOU a Chama Violeta

Atuando agora em mim

EU SOU a Chama Violeta

Só me submeto à Luz

EU SOU a Chama Violeta

Magnífico Poder Cósmico

EU SOU a Luz de Deus brilhando a toda a hora

EU SOU a Chama Violeta radiante como um sol

EU SOU o sagrado poder de Deus que a todos vai libertando

*****************

Sobre os Decretos da Chama Violeta

Decretos da Chama Violeta

Quando devo falar os decretos?

Os decretos da chama violeta podem ser falados em qualquer lugar ou em qualquer hora, com voz baixa, alta ou em pensamento.

O uso de decretos da chama violeta é essencial também em casos em que você se encontra tenso, cansado ou irritado, como também na impregnação de energias divinas quando presenciar cenas de tensão.

De que maneira devo falar o decreto?
O decreto deve começar devagar, e passar a ser mais rápido a cada repetição, este aumento de velocidade do decreto deve ser alcançado de forma normal e não intencional.

No que devo pensar na hora do decreto?

Pense que cada palavra que é dita ou formada, é parte de você e de Deus, portanto palavras sagradas.

Posso utilizar a chama violeta, sem decretos, através da visualização?

Esta é sem dúvida, uma das melhores formas de utilização da chama violeta, nós a chamamos de pensamento forma, obtidos através da concentração, que é o resultado de um amplo treinamento.

Quando fechamos os olhos e nós concentramos no centro de energia entre as sobrancelhas, chakra do terceiro olho, podemos visualizar a chama violeta em ação com o olho interno da alma. Esta chama violeta se mostra em cores escalonadas, do azul escuro ao violeta rosado.

Uma das mais agradáveis formas de utilização através da visualização da chama violeta que já realizei, é quando a utilizo em todo o meu corpo, eu vejo o meu corpo sendo totalmente envolvido pelas chamas, a partir daí, não há limites, envolvo todas as pessoas presentes, o local, envio fachos de luz violeta para distancias incalculáveis atingindo pessoas que me são queridas e as envolvendo em conjunto com a minha chama violeta projetada.

Eu ainda tenho dúvidas?

A chama violeta, nada de Mal faz para quem a usa, pelo contrário, só faz o bem. Acontece que, muitas vezes, quando determinadas pessoas a usam pela primeira vez, podem sentir arrepios, formigamentos, tonturas, boca seca, sonolência, entre outras coisas, mas nenhuma perigosa ao ser, isto geralmente acontece devido ao sentimentos de negatividade que estão sendo queimados, eliminados ou transmutados através da chama violeta, seguido de um sentimento de muita paz e bem estar.

Para se trabalhar com a chama violeta na intenção da eliminação cármica, é necessário primeiramente ao aluno da GFB, não só praticar a Lei do Perdão, mas sim, SER a Lei do Perdão, lembrando que o sucesso depende exclusivamente de sua vontade e sua espiritualidade.

Evidentemente, que, por ser uma chama de Luz, ela deve ser usada com cuidado e com muito amor ao próximo e ao Cosmos, pois a função principal dela é da transmutação, ela transmuta o negativo em positivo, tudo que é negativo do ser é retirado e volta transformado em positivo, portanto nunca a use de forma negativa ou incrédula.

A chama violeta também representa a união de todas as Chamas dos outros seis raios, isto é, além do poder de eliminar o carma e da transmutação, ela pode ser utilizada como todas as outras chamas, pois ela é a soma de todas as Chamas de Luz contidas nos sete raios, é o maior presente que a humanidade recebeu do Cosmos nesta Nova Era.

Portanto, você pode usar a chama violeta, igual ou de acordo, de como você usaria as outras chamas, sendo que o poder da chama violeta poderá ser usada por você, para cura, ajuda, proteção, etc, sua e de outras pessoas.

Nunca use a chama violeta para retirar o carma de outras pessoas, pois, somente o ser interessado pode fazer isso.

Faça a chama violeta envolver a si e aos outros para que o fogo violeta possa agir na transmutação, de acordo com seus decretos, apelos e orações, sendo que para isso, você pode se valer de imagens da chama, como fotos por exemplo ou buscar na Biblioteca Luz deste site a chama violeta digital para visualização.

A chama violeta pode ser usada sempre quando quiserdes, em qualquer lugar, em qualquer hora, quanta vezes se fizer necessária, sempre com o objetivo de fazer o bem, a si e aos outros.

Mas nunca esqueça, que o poder de Luz da Chama, vêm de cima e não de você.

Eu Sou vosso irmão na Luz ãcãrya.

Fazemos um trabalho junto a Grande Fraternidade Branca e assumimos a responsabilidade deste.

A todos aqueles que questionam a origem dos decretos e afins, alegando que não lhes doamos ensinamentos ou mensagens, dizemos: acautelai-vos e procurai no vosso íntimo a compreensão para a seguinte verdade:

Nada é fixo na Lei universal. Quando se trata de um trabalho, por mais humilde que seja, sentimo-nos lisonjeados com a oportunidade para servir.

Eu Sou Djawl Kuhl - Transcrito por ãcãrya.

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2008

Mestre Saint Germain


O Mestre Saint Germain foi escolhido para governar a Era de Aquário, utilizando o Poder da Chama Violeta que é a cor máxima de vibração espiritual e por este motivo tem a propriedade de acelerar, transmutar e manifestar tudo em nós e à nossa volta mais rapidamente, curando assim a mente humana que está neste momento presa ao limite, à dor e ao sofrimento. A Chama Violeta é uma forte e poderosa chama que TRANSMUTA tudo em nós e à nossa volta que não seja paz, amor e harmonia. A Chama Violeta é o Fogo Purificador, a Chama da Transmutação. Ela pode ser utilizada como exercício de visualização diária para nos reequilibrarmos e equilibrarmos tudo à nossa volta, transmutando tudo em Perfeição, Paz, Libertação, Luz e Amor Universal.

A Transformadora Chama Violeta!


Alguns aspectos da Chama Violeta...

A Lei da Misericórdia

A harmonia do nosso Universo é regido basicamente por 3 Grandes Leis, a saber: a Lei de Causa e Efeito; a Lei da Evolução; e a Lei da Misericórdia.
A Lei de Causa e Efeito, também conhecida como Lei do Carma, estabelece que tudo que é lançado ao Universo retorna, cedo ou tarde, ao expedidor. Em outras palavras, tudo que semeamos devemos colher. A energia qualificada e irradiada, seja boa ou má, conhece seu gerador e a ele retorna, com o objetivo de ser liberada, enriquecida por energias semelhantes que encontra em seu trajeto. É por isto que se diz: "quem semeia vento colhe tempestade" e, podemos acrescentar, quem espalha a boa vontade alcança a paz. É com base nesta Lei que devemos entender que nossos atos e omissões, bem como pensamentos, sentimentos e palavras, decorrentes de nosso caráter, são os reais responsáveis por nosso destino ou "sorte".
A Lei da Evolução se sobrepõe à de Causa e Efeito estabelecendo que, a cada ciclo de retorno, a consciência deve subir um degrau na escada evolutiva. Caso contrário, permaneceríamos estagnados, presos aos ciclos de ação e reação. Se visualizarmos a Lei do Carma como um círculo fechado, como se tudo retornasse ao ponto de partida, certamente que a Lei da Evolução deve ser representada por uma espiral ascendente. Isto significa que esta Lei abre o círculo de retorno para que possamos nos desvencilhar da reação de nossos próprios erros passados e avançar na escada evolutiva. Mas, para que tal aconteça, é necessário avançar com o firme propósito de não mais cometer os mesmos erros.
A Lei da Misericórdia é a verdadeira Lei de Deus. Misericórdia significa receber muito além do que merecemos. É a Lei do Perdão. Por ela, podemos nos libertar dos ciclos de ação e reação e, até mesmo, da morosidade dos degraus evolutivos, avançando celeremente em direção à consciência mais elevada de nosso ser e alcançar a definitiva liberdade. É aqui que age a Chama Violeta.
O Fogo Violeta é a própria ação da Lei da Misericórdia e do Perdão. Trata-se de um instrumento divino que foi usado por todos Aqueles que alcançaram a Vitoriosa Conclusão na Luz de Deus que nunca falha e se tornaram Mestres Ascensionados.
É esta poderosa ferramenta – a Chama Violeta – que nos é gentilmente oferecida pelo Mestre Ascensionado Saint Germain para que, trabalhando em estreita cooperação, possamos auxiliar no estabelecimento da definitiva Idade de Ouro para a Terra e seus habitantes. Por que não nos agarrarmos a esta maravilhosa oportunidade?

Exercício: Visualizar a pessoa ou pessoas com quem estamos em atrito, desarmonia ou desacordo, envoltas numa purificadora fogueira de Chama Violeta e afirmar por três vezes, silenciosa ou audivelmente, EU SOU a Lei do Perdão e da Chama Transformadora de todo erro que cometi consciente ou inconscientemente, nesta ou em vidas passadas. Para terminar: EU SOU a Lei do Perdão e da Chama Transformadora de todos os erros da humanidade.

***
Alquimia e Transmutação

A busca de todo alquimista é a chamada "pedra filosofal", um instrumento ou dispositivo capaz de transformar metais inferiores em metais superiores, por exemplo, chumbo em ouro. A verdadeira alquimia, contudo, trabalha no sentido de transmutar as baixas tendências do homem inferior nas nobres qualidades do homem superior, isto é, combater os vícios e desenvolver as virtudes.
Isto normalmente é alcançado por uma busca incessante e por uma disciplina rigorosa. Vale aqui a máxima que diz: "o preço da liberdade é a vigilância", ou seja, estar atento para que a prisão imposta pelos vícios não prevaleça.
Durante séculos e por encarnações seguidas, o Mestre Saint Germain, o Mago da Aura Violeta, esteve entre nós praticando e ensinando a alquimia, a magia da transmutação. Nos tempos atuais, já como Mestre Ascensionado e Chohan do Sétimo Raio, encarregado da Dispensação da Nova Era, Saint Germain se esforça em transformar a Terra, um planeta denso envolto em trevas, na Sagrada Estrela da Liberdade. Para isto, Ele conta com o apoio e auxílio da Grande Fraternidade Branca, juntamente com Seus discípulos, e com um poderoso instrumento de transmutação: a Chama Violeta.
Quando estudamos o espectro da luz, aprendemos que a luz original é composta por vários raios coloridos de diferentes freqüências vibratórias. No espectro da luz visível, a que é percebida pela visão humana, estes raios podem ser contemplados no maravilhoso fenômeno do arco-íris. Entre eles, a luz violeta é a de mais alta freqüência vibratória. Por isto, ela acelera a vibração de tudo com que entra em contato.
Este é o princípio alquímico da Chama Violeta: acelerar a vibração dos elétrons de todas as substâncias a tal ponto de produzir a transformação da matéria densa em substância luminosa, a transmutação das trevas em luz. Quando aplicada numa situação ou mesmo num objeto, a Chama Violeta penetra nos interstícios atômicos, queimando e consumindo as substâncias negras e pesadas ali presentes, assim permitindo que os elétrons e os átomos passem a vibrar mais acelerados, provocando uma verdadeira transmutação.
Após a passagem da Chama Violeta, as substâncias e as situações não são mais as mesmas. Transmutando trevas em Luz, a Chama Violeta se assemelha à sonhada "pedra filosofal" dos antigos alquimistas.

***

Dizei muitas vezes ao dia:

EU SOU uma coluna de Fogo Violeta,
um Foco de Luz da Energia Cósmica
que consome tudo o que é negativo.

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2008

Inspiração Tântrica







!!!!!!

(((*)))

Tantra - A arte do Amor



Para que a evolução seja consistente, ela tem que ser global, multilateral, sem nenhuma faceta que integra a constituição psico-física do homem seja negligenciada. Isto porque a transcendência do ser vem da não identificação com o corpo que nos serve, com a mente que é nosso guia, com a personalidade que ostentamos, mas a identificação com a nossa essência primordial, com o espírito que portamos e que representa a nossa verdadeira identidade.
Mas apesar de não sermos este corpo, nem esta mente e esta personalidade, de tudo isso nos servimos para melhor viver e evoluir enquanto espíritos encarnados.

UM PASSO A MAIS RUMO A TRANSCENDÊNCIA DO SER

Assim transcender é superar também as puras atrações, as eventuais paixões, as transitórias manifestações da sexualidade, sejam corretas ou desvirtuadas. Como espíritos da grande luz e como seres imortais viemos habitar a terra em corpos carnais. Somos animais racionais e como tal devemos impulsionar a evolução desses corpos que ora habitamos e que transitoriamente nos tornamos. Não devemos por tanto nos identificar com a nossa natureza animal, mas sim dela desfrutar, experiênciando o prazer em suas varias manifestações, porem de forma luminosa e consciente, ou seja fazendo do prazer um veiculo de crescimento, de transposição dos veículos humanos, de integração com a nossa fonte criadora- o Deus emanador. Sustentador e renovador do universo e de todas as criaturas neles existentes.
O SENHOR DO TODO que inclusive criou em nós e para nós as varias fontes de prazer.
Os prazeres carnais são a manifestação para nós do plano de “Ananda”- a Bem-aventurança Divina, o êxtase espiritual, o prazer transcendental. Experienciando o prazer de forma luminosa, a felicidade nos acessa. E com ela a paz, a alegria, a amor, o equilíbrio, a harmonia, o bom humor, a auto estima, a adoração da vida, do criador e da mãe terra. Todos esses sentimentos integram os chamados estados trântricos de espírito. E para que eles surjam no mundo atual o TANTRA é o caminho.

Dançar com as energias, dançar com as emoções!





SER Feliz

(((*)))

Aprendendo a DANÇA do SER Profundo...




Então tudo o que temos a fazer é dançar.
O espírito quer movimento. Não quer ficar estagnado no marasmo deste fim de era.
O que eu quero dizer com isto é que a dança se processa de várias maneiras. Não apenas na fisicalidade, mas, como possuímos vários corpos, temos que mantê-los em movimento, para não ficarmos no sedentarismo de nossas forças espirituais e energéticas.
Precisamos dançar com as emoções. Como se diz, dançar conforme a música.

É por falta de movimento emocional que muitas vezes mergulhamos em depressão, nostalgia ou tristeza. Porque nosso corpo emocional está estagnado.

Ou quando começamos a pensar demais nos problemas, e nos sentimos como se estivéssemos num abismo, de onde não há saída, isto é porque não estamos dançando com nosso corpo mental.

Se nos sentimos fracos, cansados, sem vigor para as tarefas mais simples, é porque estamos esquecendo de dançar com nosso corpo energético.

E tudo isto é tão simples de ser mudado...

É uma questão de ficarmos atentos, para não cair no ostracismo. Sabe-se que há forças terríveis atuando neste mundo. Forças de esquecimento e tumulto. Forças de caos e pânico.

Bem, se não dançarmos no sentido de nos desviarmos delas, seremos atingidos em cheio e aí será mais difícil voltar a sorrir e a dançar.

Mas se já nos sentimos assim, como que paralisados, como que envoltos em camisas-de-força invisíveis, isto pode ser mudado!!

Vejamos, o que pretendo dizer com isto: Dançar é expressar a alegria de viver, é estar compenetrado de que esta alegria é tudo que temos. Não é por falta de recursos materiais, por limitações, seja de que tipo, que vamos ficar parados, como que atônitos diante de tudo que se chega de tantos lados, e não sabemos como reagir.

Uma melodia entoada, que nos faz lembrar a luz que é viver, um pensamento ágil no sentido de buscar as forças ocultas da alma, uma capacidade para espantar emoções desordenadas, como quem espanta um mosquito, isto é a dança do ser.

Então acordamos e sentimos como se o mundo desabasse sobre nós. Aqui vamos nós outra vez, lidar com tantas impossibilidades... Mas isto são os fatores que determinam nossa capacidade de dançar. Isto vai ficar se repetindo indefinidamente enquanto não aprendermos.

Manter a calma é dançar.
Respirar é dançar.
Fazer preces é dançar.
Acreditar no futuro é dançar.
Dizer palavras amigas é dançar.
Fazer silêncio é dançar.
Tudo conforme nossas reações internas. Tudo por perceber que há algo precisando ser trabalhado. Algum apego, alguma fobia, alguma tristeza... Então lá vamos nós dançar outra vez.
O bailado de nossas energias é vital para a mudança.
A princípio ficamos pensativos; Mas afinal o que é isto de dançar? Porém nosso eu superior vai nos apontar os caminhos.
Lembremos de orar antes de dormir. Isto é uma aceleração dos chacras que permite acessar as forças cósmicas envolvidas em nosso experimento de vida.
Peçamos ao Eu Divino para que nos aponte direções e, sem perceber, isto vai gerar reações, os sonhos serão mais intensos, mais esclarecedores do que imaginamos. Quando sonharmos com entes queridos, ou várias situações que movimentem nossas emoções, são estas emoções sendo trabalhadas, sendo curadas por esta dança íntima do ser chamada INICIATIVA.

Um pequeno movimento de ascensão que constantemente mantido nos impulsionará pela escalada de uma espiral até a completa vitória sobre tudo que não seja a nossa luz.

Paz, amor e harmonia.

Targon Darshan, guerreiro de Órion.

domingo, 10 de fevereiro de 2008

Prece ao Arcanjo do Amor Divino


Bem-Amado Arcanjo SAMUEL,
eu Vos amo e Vos abençôo.
Agradeço pela Vossa abençoada assistência a mim e a toda a humanidade!
Flamejai Vossa Chama Rosa de Adoração através de cada célula de meus quatro corpos inferiores.
Eu apelo à Perfeição até que ela preencha todo meu ser e meu mundo!
Flamejai Vossa Chama Rosa de Adoração através do meu suprimento e de minhas finanças e deixai-a expandir-se para minha merecida liberdade!
Flamejai Vossa Chama Rosa de Adoração através de meus sentimentos, para que ela estenda o Amor Divino, até que, em meu convívio, este sentimento contamine outras vidas!
Mantende-me encerrado no Pilar da Chama Rosa do Amor, da Adoração, da Consolação e da Perfeição!

Em nome do Pai, do Filho, do Espírito Santo e de Nossa amada Mãe Divina.
Amém.
Om Bhur Bhuvha Swaha ... ॐभूर्भुवस्व

Os Chakras




Em cada ser humano existe uma rede de nervos e órgãos sensoriais que interpretam o mundo físico exterior. Ao mesmo tempo, em nós, reside um sistema sutil de canais (nadis) e centros de energia (chakras) que cuidam do nosso ser físico, intelectual, emocional e espiritual.

A palavra chakra (chacra) é sânscrita e significa roda. Os chakras, ou centros de força, são pontos de conexão ou enlace, pelos quais flui a energia de um a outro veículo ou corpo do homem da superfície, quando este se encontra sob a lei do karma e sob a lei do livre arbítrio. Os clarividentes podem vê-los facilmente no duplo etérico, em cuja superfície aparecem sob forma de depressões semelhantes a pratinhos ou vórtices. Desse modo cada chakra assemelha-se a uma flor cujas pétalas estão em movimento constante e harmônico. Quando já totalmente desenvolvidos, assemelham-se a círculos de uns cinco centímetros de diâmetro, que brilham mortiçamente no homem comum, mas que, ao se excitarem vividamente, aumentam de tamanho e são vistos como refulgentes e coruscantes torvelinhos à maneira de diminutos sóis. Todas essas rodas giram incessantemente e pela boca aberta de cada uma delas flui continuamente a energia do mundo superior, a manifestação da corrente vital diamante do Segundo Aspecto do Logos Solar, a que chamamos energia primária, de natureza sétupla, cujas modalidades in totum agem sobre cada chakra, ainda que com particular predomínio de uma delas segundo o chakra. Sem esse influxo de energia, não existiria o corpo físico.

São ao mesmo tempo transmissores e transformadores de energia de corpo para o corpo, uma vez que seu mecanismo sincroniza as energias emocionais, mentais e etéricas. Eles aumentam ou reduzem a energia, ou moderam ou aceleram sua atividade, de um corpo para outro, de modo que a energia mais rápida do corpo emocional possa afetar a energia mais lenta do etérico, e vice-versa.

As cores, que variam de chakra para chakra, também reluzem de um modo que contribui para sua aparência de flor. Numa pessoa saudável, as formas dos chakras se encontram num belo equilíbrio simétrico e orgânico, em que todas as partes fluem em uníssono, num padrão rítmico. Seu movimento tem na verdade um caráter harmônico e musical, com ritmos que variam de acordo com as diferenças individuais de constituição e temperamento.

Portanto, os chakras atuam em todos os seres humanos. Nas pessoas pouco evoluídas seu movimento é lento, o estritamente necessário para formar o vórtice adequado ao influxo de energia. No homem bastante evoluído, refulgem e palpitam com vívida luz, de maneira que por eles passa uma quantidade muitíssimo maior de energia, e o indivíduo obtém como resultado o acréscimo de suas potências e faculdades.

Os principais chakras do corpo etérico estão alinhados ao longo de um eixo vertical, com os cinco chakras inferiores paralelos à medula espinhal, estendendo-se da base da coluna vertebral ao crânio, e os outros dois, um situado entre as sobrancelhas e o outro no alto da cabeça. Este último, o Chakra Coronário, é em geral maior do que os outros, sendo a sede dominante da consciência.

Os chakras variam de tamanho e brilho, que indicam talentos e habilidades especiais. O centro laríngeo e frontal de um cantor talentoso, por exemplo, é bem maior do que o normal, além de mais brilhante e mais luminoso, girando ainda com maior rapidez.

Cada um dos centros possui ligações especiais com determinados órgãos do corpo, bem como com certos estados de consciência.

As glândulas endócrinas – projeções físicas de cada um dos sete chakras – são sustentadas pelos padrões de energia oriundos de cada um deles a que estão relacionadas.

Os chakras também revelam a ênfase fundamental do indivíduo – o foco do "Eu". Se uma pessoa se identifica basicamente com os sentimentos, os centros do coração e o do plexo solar serão mais ativos e proeminentes do que os outros. Um frontal muito brilhante indica um grau de integração pessoal; um coronário luminoso indica o desenvolvimento da consciência espiritual.

O fio da consciência que desperta está ligado ao núcleo do Chakra Coronário. Durante o sono esse fluxo de energia diminui, sendo reativado no momento do despertar. O fio da vida (Cordão de Sutratma) contudo, liga o Chakra Cardíaco ao coração físico, e essa ligação não se rompe durante a vida. Na ocasião da morte, o fio da consciência se retira do Chakra Coronário e o fio da vida se desliga do coração, sinalizando a desintegração de todos os outros chakras.

As principais funções dos chacras etéricos são:

1- absorver e distribuir o prana ou energia vital ao corpo etérico e, através deste, ao corpo físico;
2- manter as ligações dinâmicas com os chakras correspondentes nos corpos emocional e mental.

O físico é afetado não apenas pela velocidade do fluxo da energia etérica, mas também pelo grau de harmonia no seu ritmo, e qualquer obstrução que possa deformar os padrões normais de energia resultam na perda de vitalidade e em doença. O processo da doença é bastante visível nos chakras, uma vez que não apenas rompe seu movimento harmônico como também altera a textura dos seus componentes.

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2008

Os princípios do Reiki



“A cura mais importante é a do espírito.”

Só por hoje, não me preocupo.
Só por hoje, não me zango.
Só por hoje, trabalho honestamente.
Só por hoje, mostro-me grato por tudo.
Só por hoje, respeito todos os seres vivos.

Hoje e sempre!!!

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2008

ORI no candomblé...




ORI = Cabeça

ORI RERE = ORI de sorte = Cabeça de sorte, cabeça iluminada
ORI BURUKU = ORI sem sorte = Cabeça sem sorte, confusa, insegura
ORI INU = "Cabeça Interna"

É o ORINU que gerencia a cabeça física do homem.
É o orixá mais importante do ser humano, pois ele é ÚNICO, cada pessoa tem o seu.
É Ele quem conhece e está ligado ao destino de cada indivíduo, conhece e sabe das suas restrições, das suas fragilidades , das suas potencialidades.
É no ORI que se encontra a ferramenta para a solução dos nossos problemas... Quando estamos em harmonia com ele, superamos os obstáculos mais facilmente e assim, certamente conectados à positividade interna e à dinâmica perfeita da natureza, encontramos a vitória e o sucesso na consecução dos nossos objetivos pessoais.
É o ORI que viabiliza a comunicação entre o indivíduo e o seu próprio Orixá, buscando assim, através dos rituais de EBÓ, BORI e iniciação a maior harmonia possível do ser humano na terra, criando melhores possibilidades em todos os setores da vida.
A manutenção deste novo estado também depende da continuidade das oferendas.

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2008

Quando você estiver velhinho...



O que lhe fará feliz no fim?
Quando você já tiver vivido a maior parte de sua vida,
e já sentir os sintomas do tempo no corpo e na alma...
... já pressentir a partida...
o que lhe dará satisfação (ou insatisfação)??

Quando você olhar pra sua vida e ver tudo o que realizou (ou não realizou)
o que você sentirá?

Buscou seus sonhos? Teve sucesso? Agiu com o coração?
Fez grandes amigos?
Foi fiel às suas convicções?
Descobriu seus dons e colocou-os em prática? Ou deixou-os de escanteio, secundários...

Superou as perdas e deu a volta por cima?

Viveu um grande amor?? Construiu uma Família?

Estudou tudo o que gostaria?

Quando olhar pra trás e ver a vida que passou voando,
quantas coisas será que deixou de fazer?
quanto tempo desperdiçou?
quanta preguiça o impediu de avançar?

Quanto medo inútil reprimiu sua coragem?

Quantos arrependimentos sentiu?

Quantas dúvidas jamais foram sanadas?

Será que você foi verdadeiramente VOCÊ MESMO???

Cumpriu a missão que Deus lhe concedeu nessa Vida? Tem idéia de qual seja?

Quais foram as constantes em sua vida? Alegria? otimismo?
ou mal-humor e pessimismo...?

E... principalmente... Ao final da vida você fará um balanço positivo de seu ser, de sua manifestação no planeta... de sua evolução??

Você se amará completamente? Você será o próprio amor fluindo?
ou será corroído pelas mágoas e rancores?

Será que ao fim da vida, no leito de morte, haverá possibilidade de você sentir a União Divina que existe sempre conosco? Sentirá a radiante PRESENÇA EU SOU dentro de você pulsando forte, livre, viva como nunca??

No fim da vida de meu pai, gostaria que ele se orgulhasse de tudo o que ele é, de tudo o que ele fez, o que ele foi e o que atingiu nessa vida... Independente das grandezas conquistadas, o simples fato de viver com honra e dignidade, amando e fazendo coisas belas, já é uma simples grandeza. Fico desapontada de vê-lo em seus sessenta anos de auto-crítica, um alto-julgamento injusto, escorpianino venenoso, se desvalorizando em seus méritos, escondendo suas maravilhas e quase se envergonhando delas? Ahhh não, por favor! Uma pessoa com um talento de deixar as pessoas de boca aberta, um artista maravilhoso, um senso de estética que beira à perfeição, uma sensibilidade delicada e sutil... escondidos sob o véu da auto-punição, da desesperança, da não aceitação amorosa total de si mesmo... e o pior é que não é só com ele mesmo, sinto esse reflexo de crítica e desprezo em mim, sei que é algo bem escondido, algo que, agindo como minha própria psicanalista, eu vejo e percebo que desde pequena eu sentia que para ele eu não era boa o bastante, eu não era bonita o suficiente, nem dedicada o suficiente em nada... enfim, que animador isso hein...! hahah, ainda bem que descobri essa sensação ruim dentro de mim, uma sombra que me podava o brilho e a alegria de ser quem eu sou! e agora, com amor, ilumino essa sombra... amor fluindo...
afinal, nunca seria feliz querendo que outra pessoa me valorize, pois tenho que ser feliz é para mim, dentro de mim é que mora o segredo da minha Felicidade!
E de alguma forma eu sei que, agindo dessa maneira, ele terá orgulho de mim, sua filha Oriana.

Hoje, seguindo muito mais o meu coração e a minha essência, estou harmonizada com ele, na compreensão, na tolerância e no perdão (tanto quanto à ele quanto à mim mesma), e também tenho notado que ele não tem culpa de ter feito com que eu me sentisse daquela maneira... talvez eu tenha puxado a ele em algum desses sentimentos de auto-crítica... rsrss

Enfim, quando eu for morrer, quero morrer feliz! e sabendo que, onde meu pai estiver, ele estará sempre ao meu lado me dando amor e proteção... me lembrando sempre o valor do trabalho e da disciplina... porém, sem deixar de lado nem menosprezar o valor da arte e da sensibilidade!!! e da minha beleza única, excêntrica e negra, não apenas européia.

Pai, gostaria que você enxergasse o brilho da vida com mais amor, mais auto-valorização, mais orgulho saudável de si mesmo, mais otimismo perante à vida e à velhice ... quem sabe Deus me dá a dica de como posso fazer pra te mostrar tudo de lindo que você é! Mostrar ao mundo todo a sua grandeza!

Obrigada por você ser exatamente o que você é!!! Eu te amo muito!

Feliz Ano novo!!! Começou o Festival de Weesak!!!

Somewhere over the rainbow...

terça-feira, 5 de fevereiro de 2008

A arte de Ser Feliz

"Acorde todas as manhãs com um sorriso.
Esta é mais uma oportunidade que você tem para ser feliz.
Seja seu próprio motor de ignição. O dia de hoje jamais voltará.
Não o desperdice, pois você nasceu para ser feliz! Enumere as boas coisas que você tem na vida.
Ao tomar consciência do seu valor, você será capaz de ir em frente com muita força, coragem e confiança!
Trace objetivos para cada dia.
Você conquistará seu arco-íris, um dia de cada vez.
Seja paciente.
Não se queixe do seu trabalho, do tédio, da rotina, pois é o seu trabalho que o mantém alerta, em constante desenvolvimento pessoal e profissional, além disso o ajuda a manter a dignidade.
Acredite, seu valor está em você mesmo.
Não se deixe vencer, não seja igual, seja diferente.
Se nos deixarmos vencer, não haverá surpresas, nem alegrias.
Conscientize - se que a verdadeira felicidade está dentro de você.
A felicidade não é ter ou alcançar, mas sim dar.
Estenda sua mão.
Compartilhe. Sorria. Abrace.
A felicidade é um perfume que você não pode passar nos outros sem que o cheiro fique um pouco em suas mãos.
O importante de você ter uma atitude positiva diante da vida, ter o desejo de mostrar o que tem de melhor, é que isso produz maravilhosos efeitos colaterais.
Não só cria um espaço feliz para os que estão ao seu redor, como também encoraja outras pessoas a serem mais positivas.
O tempo para ser feliz é agora.
O lugar para ser feliz é aqui!"

desconheço a autoria, mas a idéia tá valendo!

!!!SER FELIZ,SER QUEM ÉS REALMENTE !!!

*** hARIBOL***